Fale com o governo

Administração do Plano Piloto economiza 94,5% no consumo de água

Com medidas de fiscalização e conscientização RA engajou a equipe interna para o uso consciente da água

 

Os últimos meses têm sido bastante difíceis para a população do Distrito Federal. A escassez de água e as projeções nada animadoras sobre o abastecimento hídrico da cidade geram preocupação. A consciência de que cada gota vale muito é essencial para que o DF ultrapasse a rigorosa seca no DF. E é com esse engajamento que a Administração Regional do Plano Piloto se tornou um exemplo de economia de água nos órgãos públicos do Governo de Brasília. A equipe conseguiu reduzir nada menos do que 94,5% do seu consumo entre novembro de 2016 e julho de 2017, em comparação ao mesmo período de 2015.

Responsável pela fonte da Praça do Buriti, desativada desde julho de 2016, a administração se empenha em ações de fiscalização nos locais. O espelho d’água da quadra 308 Sul também é de responsabilidade da pasta. O rabalho é sempre realizado no intuito de evitar violações e combater o desperdício de recursos hídricos.

Além disso, medidas de comunicação interna têm surtido bastante efeito. Cartazes informativos foram espalhados pela sede da administração como parte do processo de conscientização de seus colaboradores e visitantes sobre o assunto. A RA I passa, assim como as demais, pelo circuito de racionamento de água. Nesse sentido, comunicados internos são distribuídos e as medidas de economia são enfatizadas.

 

Campanha

O caso de sucesso da RA I é parte da campanha “Desafio Pingo de Consciência – Cada gota vale muito”, lançada pela Secretaria da Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais em agosto. O objetivo é promover e ampliar a conscientização entre os funcionários da Administração Direta e Indireta do DF em relação à necessária e imediata diminuição do consumo de água em órgãos públicos.

A meta mínima é uma diminuição de 10% do consumo em relação ao mesmo período de 2015 em todos os órgãos, conforme disposto no Decreto nº 37.644, de 20 de setembro de 2016. Em dados globais, a economia de água no mês de julho de 2017 foi de aproximadamente 17% em relação ao mesmo período de 2015.

  

 

Mapa do Site Dúvidas frequentes Comunicar erros